ALIMENTOS GERMINADOS: BOMBAS DE SAÚDE


Saúde & Orgânicos

Na busca pela alimentação cada vez mais saudável, o consumidor consciente tem prazer em descobrir ou se informar sobre tendências e opções, quando o assunto é qualidade de vida.

Os chamados alimentos germinados, longe de serem um modismo, favorecem, de maneira considerável, a saúde humana. O processo de germinação contribui para que grãos e sementes potencializem seus nutrientes, e se transformem em alimentos de maior qualidade nutricional, oferecendo também maior biodisponibilidade (habilidade efetiva do corpo em digerir e absorver nutrientes).

A germinação provoca reações bioquímicas no interior dos grãos e sementes que ajudam na redução dos antinutrientes (como o ácido fítico) e disponibiliza nutrientes essenciais que estão latentes. Isso significa melhor digestão, maior concentração e maior possibilidade de absorção de substâncias, em comparação aos grãos e sementes não germinados. Dentre os nutrientes importantes estão os antioxidantes, os ácidos graxos essenciais, as proteínas, as fibras, as vitaminas e os minerais.

São muitas as vantagens do consumo de alimentos germinados: elimina compostos inibidores de enzimas; aumenta o número de enzimas digestivas e de lignanas (compostos fitoquímicos similares ao estrogênio, que tem propriedades anticancerígenas, principalmente em relação ao câncer de mama e cólon);  melhora a qualidade do sono e a pressão arterial, entre outras propriedades.

No mercado, há alguns produtos do gênero à venda, como os do Sítio do Moinho (ver matéria nessa edição), mas você pode também arregaçar as mangas e fazer o seu próprio alimento germinado. 

Como produzir grãos germinados

1. Coloque de uma a três colheres de sopa de grãos em um vidro e cubra com água pura, sem cloro.
2. Deixe de molho por uma noite (o girassol sem casca só precisa de quatro horas).
3. Cubra o vidro com um pedaço de filó e prenda com um elástico. Despeje a água e enxágue bem sob a torneira.
4. Coloque o vidro inclinado num escorredor com a boca para baixo e cubra com um pano (o pano é opcional).
5. Enxágue duas vezes ao dia: de manhã cedo e à noite.
6. Os grãos germinados estarão prontos para ser comidos ou plantados após um período variável:

Agrião: após seis a oito dias.
Alfafa: após três a quatro dias.
Arroz: após quatro a cinco dias.
Feijão azuki: após quatro a cinco dias.
Gergelim: após dois a três dias.
Girassol sem casca: logo que amolecer com a água.
Lentilha: após três a quatro dias.
Trigo: após dois a quatro dias.

Fonte: Você sabe se alimentar? Dr. Soleil, São Paulo, Ed. Paulus, 1997.

________________________________________________________________________________________________________________

<< voltar