LANÇAMENTO DO PROJETO ESTRUTURANTE COSMÉTICO DE BASE FLORESTAL DA AMAZÔNIA

Dia 27 de novembro de 2013 foi lançado oficialmente o “Projeto Estruturante Cosmético de Base Florestal da Amazônia” na sede do Sebrae em Manaus, Amazonas.

O lançamento contou com um seminário, cuja programação segue abaixo, onde foram realizadas apresentações envolvendo desde Biodiversidade e Economia Verde a Tecnologias Alemãs para Extração de Óleos para a Indústria de Cosméticos.

Ao final do lançamento foi assinado um Termo de Referência pelas seguintes autoridades presentes:
Dr. Nelson Rocha, Diretor Superintende do SEBRAE/AM
Dr. José Guilherme Barbosa Ribeiro, Superintendente do SEBRAE / MT e Diretor da ABASE
Tomas Inhetvin, Diretor GIZ Cooperação Técnica Alemã

O setor de cosmético é composto por 2.277 empresas, das quais apenas 20 são de grande porte. Entretanto as pequenas e médias empresas que correspondem à maioria, uma porcentagem estimada em cerca de 99%, que geram um volume anual líquido de impostos representativo, não possuem as mesmas vantagens competitivas das grandes empresas, o que dificulta a penetração principalmente das EPPs em alguns nichos estratégicos de mercado interno. De acordo com os dados do Euromonitor International de 2012  o Brasil já é o terceiro mercado mundial cosméticos ficando atrás somente  dos Estados Unidos e Japão. Estima-se que em quatro anos alcancemos o primeiro lugar.

Através do “Projeto Estruturante Cosmético de Base Florestal da Amazônia”, o SEBRAE possibilitará melhorias para as Micro e Pequenas Empresas deste segmento fomentando o desenvolvimento do setor de forma sustentável através da inclusão social, do estímulo ao empreendedorismo e da inovação tecnológica na Amazônia.

Este projeto irá atender emponderar e beneficiar toda uma cadeia, desde os coletores de sementes, produtores de óleos das comunidades empreendedoras, micro e pequena empresa de cosmético além de técnicos, gestores, coordenadores e dirigentes do SEBRAE Amazônia que atendem diferentes segmentos principalmente as comunidades e indústrias locais.

Um outro alvo serão as politicas públicas que serão beneficiadas por estudos e comparações reais, com indicadores mensuráveis, possibilitando e fazendo com que novas políticas promovam o crescimento do setor de ingredientes e cosmético local de forma ordenada, dentro de critérios de sustentabilidades básicas como a máxima eficiência e baixa produção de resíduos.

PROGRAMAÇÃO

14:00 Abertura

BOAS VINDAS AOS PARTICIPANTES

Dr. Nelson Rocha
Diretor Superintende do SEBRAE/AM

14:20 - APRESENTAÇÃO DO PROJETO ESTRUTURANTE COSMÉTICO DE BASE FLORESTAL DA AMAZÔNIA

Wanderleia dos Santos Teixeira de Oliveira
Coordenadora Regional do Projeto – SEBRAE/AM

Tomas Inhetvin
Diretor GIZ Cooperação Técnica Alemã

14:40 - INGREDIENTES DE COSMÉTICOS DA BIODIVERSIDADE BRASILEIRA

João Matos
Consultor Biodiversidade

14:55 – BIODIVERSIDADE DA AMAZÔNIA: FONTE DE INOVAÇÃO EM COSMÉTICO

Paola Patriarca
Consultora P&D INNOVATION

15:10 - BIODIVERSIDADE BRASILEIRA / COSMÉTICOS E ECONOMIA VERDE MUNDIAL

Maria Beatriz Martins Costa
Diretora Planeta Orgânico

15:25 - TECNOLOGIAS ALEMÃS PARA EXTRAÇÃO DE ÓLEOS PARA A INDÚSTRIA DE COSMÉTICO

Klaus Moller
Diretor Anton Fries Equipamentos / Alemanha

15:40 – FORMAÇÃO DA MESA PARA ASSINATURA DO TERMO DE COOPERAÇÃO

Dr. Nelson Rocha
Diretor Superintende do SEBRAE/AM

Dr. João Carlos Alvarenga
Diretor ABASE Amazônia

Tomas Inhetvin
Diretor GIZ Cooperação Técnica Alemã

16:00 - ENCERRAMENTO

http://www.amazoniacosmetico.com.br

 

 


__________________________________________________________________________________________________________________

 

<< voltar