notícias

20 de Dezembro 2017

 

 

Frutos da Amazônia participa do programa Design Export e refaz embalagem com potencial para mercado dos Estados Unidos

A empresa Frutos da Amazônia, produtora da região amazônica de biscoitos, bombons e geleias, lançou nova embalagem com design visando atender especialmente ao mercado norte-americano. O trabalho foi desenvolvido dentro do programa Design Export, parceria entre a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e o Centro Brasil Design (CBD).

As novas embalagens possuem informações mais organizadas e estão presentes em português e inglês. O escritório que refez o design foi o Chelles & Hayashi: “As informações do produto foram destacadas e a floresta vem como entorno delas. O maior desafio foi equilibrar a atratividade visual e a apresentação das informações”, diz a designer Romy Hayashi.

Os produtos da Frutos da Amazônia levam ingredientes como cupuaçu, açaí, castanha-do-Pará, taperebá e já chegaram a países como Estados Unidos, Alemanha, França e Emirados Árabes Unidos. Atualmente a empresa vê na exportação – que representa cerca de 15% do faturamento – uma ótima oportunidade de fortalecer a marca e aumentar sua participação no mercado.

O Design Export atende empresas brasileiras que querem ganhar participação no mercado internacional por meio de produtos e embalagens com design. Os empresários recebem consultorias, capacitações e apoio técnico e financeiro para identificar a melhor oportunidade de inovação e os profissionais mais adequados às suas necessidades, por meio de um cadastro de escritórios de design. Os consultores orientam os empresários em todas as etapas do processo de desenvolvimento do novo produto ou embalagem, subsidiando-os com a informação e apoio necessários à gestão do processo e contribuindo para diminuir os riscos de lançamento da inovação no mercado. O programa já soma duas edições, com 300 empresas atendidas de 30 setores diferentes: 
www.designexport.org.br

Fonte: Apex Brasil / Edição: Planeta Orgânico

____________________________________________________________________________________________________________

Saiba mais sobre o mercado de orgânicos da Índia, onde ocorreu o Congresso Mundial de Orgânicos

Inauguração do festival das sementes durante Congresso do IFOAM e BioFach Índia

Espera-se que o mercado de alimentos orgânicos na Índia cresça mais de 25% durante o período 2016-2021. Existe um movimento para mudança no uso de fertilizantes químicos por produtos biológicos. Verduras, legumes e grãos alimentares constituem uma parte importante das dietas básicas no país, dominando a maior parte da produção orgânica.

A Índia também está emergindo como um dos principais exportadores de alimentos orgânicos do mundo. Iniciativas governamentais vêm fortalecendo a produção, aumentando a área total de agricultura orgânica. A região ocidental deve liderar a produção orgânica nacional, em função do maior poder de consumo e consciência entre os consumidores quanto ao tema dos alimentos orgânicos.

Portanto, entre as tendências no mercado orgânico da Índia, pode-se destacar:

- Crescimento na área de cultivo   
- Aumento na produção de múltiplas culturas, assim como na rotação de culturas 
- Maior investimentos no mercado doméstico
- Crescente demanda de produtos “prontos para comer”
- Adoção crescente de insumos biológicos.

Mais informações sobre o estudo na página da Business Wire.

Fonte: Planeta Orgânico e Business Wire (tradução e edição)

____________________________________________________________________________________________________________

Conheça o Infográfico do Programa RenovaBio

O programa nacional que trata do uso de energias renováveis no Brasil teve requerimento de urgência aprovado. O projeto de lei tem como base a redução de gases causadores do efeito estufa até 2030, sendo resultado dos compromissos ambientais assumidos pelo Brasil na Conferência do Clima em Paris, 2015.

Conheça Infográfico com mais informações sobre o RenovaBio.

____________________________________________________________________________________________________________

Fórum Internacional sobre Gestão Sustentável de Alimentos marca lançamento do Green Rio 2018

Realizado no SEBRAE, Rio de Janeiro, o Green Rio 2018 teve sua feira e conferência apresentadas aos participantes no evento sobre Gestão Sustentável de Alimentos.

Durante o fórum, Carola Strassner (Alemanha) e Bent Mikkelsen (Dinamarca), ambos reconhecidos por suas competências no cenário internacional de alimentação saudável, sustentável e orgânica, foram palestrantes convidados.

Patrick Drummond apresentou o projeto Alimentando Cidadãos do Futuro, resultado de uma parceria entre a escola Lycée Molière e SEBRAE, que contempla a implantação de uma horta pedagógica no Rio de Janeiro.

Houve uma mesa redonda com a participação de Mariângela Rossetto (coordenadora da área de Alimentos e Bebidas do SEBRAE RJ), Cezar Kisrzenblatt (gerente de Conhecimento e Competitividade do SEBRAE RJ), Maria Chan (representando CI Orgânicos/SNA) e Aline Schiavo (diretora da COVISA).

A moderação foi realizada por Maria Beatriz Martins Costa (diretora do Planeta Orgânico e coordenadora do Green Rio).

De 24 a 26 de maio, 2018, a Marina da Gloria receberá novamente o Green Rio / Green Latin America no Rio de Janeiro, promovendo as iniciativas sustentáveis de América Latina e Caribe.

Participe da sétima edição do Green Rio. Seja expositor e realize negócios:

www.greenrio.com.br

_____________________________________________________________________________________________________________