AGROECOLOGIA É CHAVE PARA ERRADICAR A FOME NA AMÉRICA LATINA E CARIBE, AFIRMA FAO

Segundo a FAO (Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura), a agroecologia permite o desenvolvimento sustentável da agricultura, o progresso em direção a sistemas alimentares inclusivos e eficientes e a promoção do círculo virtuoso entre a produção de alimentos saudáveis e proteção dos recursos naturais. Participantes de seminário realizado em Brasília com representantes da Comunidade de Estados Latino-Americanos e Caribenhos (CELAC), o Mercosul e pela Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO) fizeram uma série de recomendações para serem enviadas para os governos da região e suas organizações de integração. O ministro do Desenvolvimento Agrário do Brasil, Patrus Ananias, destacou a política nacional de agroecologia e a produção orgânica do país.

Na América Latina e no Caribe, há 60 milhões de agricultores familiares que produzem entre 57 e 77% do emprego agrícola, fazendo uma grande contribuição para a economia regional, a produção de alimentos, segurança alimentar, desenvolvimento das zonas rurais e a qualidade de vida da população rural.

Fonte: FAO / Edição: Planeta Orgânico

_____________________________________________________________________________________________________________

<< voltar