Turmas de Zootecnia da UVV acompanham crescimento do mercado orgânico

uvv3

 

Rosina Guerra (à esquerda) apresentando transparências com dados do crescimento do mercado orgânico e Araci de Carvalho ao lado.

Rosina Guerra (à esquerda) apresentando transparências com dados do crescimento do mercado orgânico e Araci de Carvalho ao lado.

Maria Araci Grapiuna de Carvalho é coordenadora do curso de Zootecnia do Centro Universitário Vila Velha (UVV) e está sempre buscando oferecer a seus alunos algo mais do que um curso teórico, totalmente acadêmico. Araci considera  importante qualificar os alunos para o mercado de trabalho, colocando-os atentos a novas tendências, novos paradigmas.

O Planeta Orgânico esteve com os alunos de primeiro e segundo ano da  turma de Zootecnia, que deixaram nas representantes do portal a melhor das impressões. Jovens interessados, atentos à questão da saúde e meio ambiente, tomaram conhecimento de alguns pontos do mercado orgânico brasileiro e internacional e também do Projeto BioFach-Brasil. 

Foi extremamente gratificante saber que o Planeta Orgânico serviu de fonte de consulta para turmas tão interessadas em contribuir para o desenvolvimento sustentável.
Araci deu rápida entrevista ao portal, que prometeu voltar à Vila Velha para continuar promovendo junto à UVV o mercado orgânico no Brasil.

P.O. – Porque você resolveu abordar os produtos orgânicos com seus alunos?

Maria Araci Grapiuna de Carvalho – Sou zootecnista, mestrado na área de zootecnia, trabalho na área de educação há 10 anos. Hoje em dia sou coordenadora do curso de zootecnia do Centro Universitário Vila Velha (UVV) e o curso já está no 5º ano. Ano passado formamos a 1ª turma, este ano será a 2ª turma e o nosso objetivo é expandir para os alunos novos conhecimentos e sempre passar para os alunos não só a matéria de uma grade fechada mas também coisas novas e coisas que estão despontando hoje em dia no mercado e aí entra a questão do orgânico, a questão do empreendorismo também é uma questão muito importante. Hoje a tarde vamos ter uma palestra só sobre empreendedorismo.

P.O. – Acabamos de assistir no I Congresso de Agricultura Orgânico em Nova Friburgo, uma palestra de Celina Amaral Peixoto (Sebrae-RJ), falando da importância de investir no empreendorismo.

Alunos de  Zootecnia  UVV

Alunos de Zootecnia UVV

M.A. – Os nossos alunos muitas vezes saem com muito bom conhecimento teórico e prático da profissão, mas não sabem fazer o que nós chamamos “depois da porteira”. Não sabem se vender, fazer o seu marketing pessoal. E nós temos esta preocupação. Nós queremos preparar o profissional para o mercado. Nós queremos fazer sempre novos assuntos. A questão do transgênico por ex., nós também já discutimos. Fazemos um curso bem dinâmico.

P.O. – Como você chegou ao Planeta Orgânico?

M.A. – Pesquisei no site de busca do Google e encontrei o Planeta Orgânico e aí fiquei. Peguei vários textos de vocês, trabalhei com os alunos e coloquei os alunos para pesquisarem. E o hoje que eles vão estar apresentando o trabalho.

P.O. -Você não sabe o quanto isto é gratificante para nós!

M.A. Vocês estão de parabéns. Este site é o mais completo que encontrei. Peguei na íntegra vários assuntos.

Saiba mais sobre a UVV

A UVV nasceu da experiência de educadores universitários e do compromisso de ampliar as vagas de ensino superior no Brasil. Era o ano de 1976 e o curso de Direito iniciava sua primeira turma. Vieram, no mesmo ano, a aprovação dos cursos de Administração e Ciências Contábeis. O segredo desta instituição de ensino superior, que não parou mais  de crescer, foi apostar na visão moderna de capacitação profissional, investindo cada vez mais na diversificação de cursos, qualificação de seu quadro docente e em tecnologia de ponta para melhorar a relação ensino-aprendizagem.

O final da década de 80 trouxe para o Centro Universitário Vila Velha novas autorizações de cursos. Assim, foram oficializados Economia e Turismo. Na década de 90, já em sua nova sede, novos cursos surgiram, na área de Ciências Sociais: Comunicação Social, Relações Internacionais e Marketing. Com a inclusão de cursos nas áreas de tecnologia e de biomédicas, como Sistemas de Informação, Engenharia de Produção, Ciência da Computação, Fonoaudiologia, Fisioterapia, Medicina Veterinária, Zootecnia, Psicologia, Nutrição e Educação Física, um novo horizonte, constituído de modernos laboratórios e tecnologia globalizada, possibilitou uma nova área de atuação do Centro Universitário Vila Velha em pesquisa e iniciação científica.

Agora, com 30 cursos de superiores e o credenciamento pelo MEC no dia 26 de março de 2001 como Centro Universitário, a UVV dá mais um passo concreto em direção ao seu principal objetivo: a transformação em Universidade.

uvv2Clique aqui entrar no site
da UVV:
http://www.uvv-es.br/

 

Clique aqui para entrar na página:
A zootecnia e a arte de criar animais de forma natural
entrar25

 

<< voltar