Insumos Agroecológicos

O potencial do uso do Nim em propriedades agroecológicas – Parte I.

insumaioO Nim ou Amargosa (Azadirachta indica A. Juss) é uma planta que pertence à família Meliaceae, de origem asiática, muito resistente e de rápido crescimento, alcançando normalmente de 10 a 15 m de altura e produzindo uma madeira avermelhada, dura e resistente.

Contudo, não são as suas características botânicas as que mais despertam o interesse de agricultores em todo o mundo. O que chama a atenção desses agricultores é o conteúdo de azadirachtina da planta, um princípio ativo que vem demonstrando alta eficácia no combate a diversas pragas e doenças que atacam plantas e animais.

Segundo o pesquisador Hélcio Abreu Jr., o alto poder inseticida da planta permite alcançar até 90% de sucesso no controle agroecológico com os extratos de Nim, com a vantagem de não se afetar os inimigos naturais (predadores, parasitas e entomopatógenos). Desta forma, é possível manter a população de pragas em níveis baixos, fora do nível de dano econômico.

Entretanto, cabe lembrar que é possível controlar determinadas pragas e doenças com outras práticas como uma equilibrada adubação, e fornecimento de micronutrientes, como a aplicação de boro na cultura do milho para o controle de algumas espécies de lagartas. Em nenhum momento o uso isolado de um insumo substituirá a visão holística de toda a paisagem agrícola, com a correta aplicação dos conhecimentos agronômicos e ecológicos que norteiam a Agroecologia.

No quadro a seguir, são apresentados alguns exemplos do potencial de controle do Nim:

tabcontdonim2
Por fim, é preciso ressaltar que embora não haja período de carência para esses produtos, e os produtos à base do Nim tenham baixa toxicidade para mamíferos, foi comprovada a toxicidade dos mesmos para os peixes, devendo serem utilizados com bastante cuidado em propriedades que pratiquem a piscicultura. Em outras palavras, nenhum insumo agroecológico por mais inofensivo que seja, deve ser utilizado sem o acompanhamento criterioso de um profissional (agrônomo, veterinário ou zootecnista capacitado).

Fontes:

  • “Cultivo e Utilização do Nim Indiano (Azadirachta indica A. Juss)”, Belmiro P. das Neves; João Carlos M. Nogueira; Goiânia: Embrapa – CNPAF; 1996.
  • “Boletim Agroecológico”, ano3, n.12, julho/1999. Botucatu: Ed. Agroecológica.
  • “Práticas Alternativas de Controle de Pragas e Doenças na Agricultura”, Hélio de A. Jr.; Campinas-SP: EMOPI, 1998.

 Clique aqui para a segunda parte

<< voltar